Notícias

19/08/2021
Saúde mental: como a pressão psicológica pode prejudicar o desempenho de atletas

Lucas Rocha, da CNN, em São Paulo

28 de julho de 2021 às 04:01 | Atualizado 28 de julho de 2021 às 10:47

A ginasta americana Simone Biles, favorita ao ouro em todas as categorias de ginástica artística, escolheu deixar de competir no geral por equipes para preservar sua saúde mental

A ginasta Simone Biles, dos Estados Unidos, surpreendeu o mundo ao abandonar a final por equipes da ginástica artística -- e depois a final individual geral -- nas Olimpíadas de 2020. Aos 24 anos e um dos maiores nomes do esporte, Biles carregava as expectativas de todas as audiências do planeta em seus ombros. "Eu apenas não queria continuar", disse a atleta, que deixou a disputa após um desempenho abaixo do esperado na prova do salto.

A decisão da ginasta em Tóquio traz à tona a discussão acerca dos impactos da pressão psicológica para a saúde mental dos esportistas e profissionais de altíssima performance. "Eu tenho que focar na minha saúde mental", disse Biles em entrevista coletiva. "Temos que proteger nossas mentes e corpos, e não apenas ir lá [competir] e fazer o que o mundo quer que façamos".

FONTE: https://www.cnnbrasil.com.br/esporte/2021/07/28/saude-mental-como-a-pressao-psicologica-pode-prejudicar-o-desempenho-de-atletas

 
VOLTAR
 
 
E-mail: amtpsiquiatria@gmail.com
CNPJ - 13.690.107/0001-50